terça-feira, março 26, 2013

Mais uma disciplina no exame da ordem, e agora?

A notícia que mais ouvimos falar desde sexta passada é a de que uma nova disciplina será abordada no temido exame da ordem dos advogados do Brasil, mais conhecida com OAB (Se não leu clique aqui). A nova matéria será filosofia do direito e o fato da matéria escolhida ser uma propedêutica (Teoria, teoria e mais teoria) está causando um rebuliço enorme entre os juristas que irão fazer o X exame da ordem, que inclusive está com as inscrições abertas, clique aqui ou aqui e se inscreva.

O motivo do descontentamento dos oabeiros e oabeiras de plantão, entre outros, é que foi escolhida uma matéria propedêutica ao invés de uma matéria dogmática como direito previdenciário. A questão não é pelo fato de previdenciário ser mais ou menos importante que filosofia do direito, mas sim pela questão prática, até porque a prova do exame da ordem é categórica em cobrar "letra de lei" e filosofia do direito não se enquadra nesses moldes práticos.

Há especulações de que F.D foi escolhida porque o MEC adota ela como eixo de disciplina obrigatória de fundamental importância nos cursos de direito, outros alegam que é mais uma disciplina pra filtrar e afunilar cada vez mais os bacharéis que pretendem advogar, uma vez que esse mercado está lotado e não para de crescer. Outros ainda alegam que é mais uma ferramenta pra aumentar o índice de reprovação. Essa última alegação eu considero meio difícil, mas agora que o MEC fez parceria com a ordem, a tendência é que as coisas piorem ainda mais.

Já pra começo de conversa eles estão fechando alguns cursos de direito e cancelando vestibulares em todo o País para avaliar os cursos, depois inserem mais uma disciplina no exame da ordem. Nem quero imaginar qual será a próxima novidade que nos espera. O jeito é estudar como se não houvesse amanhã e esperar sempre pelo pior. Sorte de quem já está com a vermelhinha nas mãos.

Vídeo da semana

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *