5.06.2013

Mundo jurídico: Qual profissão seguir?

Eis uma questão complicadíssima para nós operadores e operadoras do direito. Na nossa área existem muitas profissões a serem exercidas, isso é bom e ruim ao mesmo tempo. O bom é que você tem mais opções sobre o que seguir e o ruim é quando você não faz ideia do que quer fazer, apenas quer mesmo passar na OAB e estudar para o primeiro concurso que surgir por ai.

O engraçado disso é que quanto mais o período passa, mais a audácia em querer alcançar cargos mais difíceis vai diminuindo, e no final apenas a felicidade de ser aprovado na OAB já está bom demais, até porque não podemos fazer tudo ao mesmo tempo e convenhamos que passar na OAB já é um bom começo. O tenso é conseguir tirar uma grana nos períodos iniciais, deve ser por isso que o pessoal agora passa na OAB e fica em casa ou faz cursinho pra concurso.

Poderíamos dizer que o mais difícil em se encaixar em uma determinada profissão relacionada à área jurídica seria o fato da dificuldade de se conseguir chegar lá. O que não falta são pessoas que entraram no curso planejando o STF ou uma magistratura federal, mas que no final se contentou com a OAB e tem a facilidade de ter um paitrocínio, ou seja, condições pra montar de cara o próprio escritório e não ficar nas mãos de contratos de exclusividade de escritórios alheios.

Outro fato é o do tempo. Você sonha em terminar o curso e assim que terminar já haver algum concurso para a profissão que você quer, mas não é bem assim. Às vezes demora anos pra abrir aquele concurso que você tanto sonhou e por conta disso muita gente faz os que aparecem, acabam passando e descobrem que estão muito bem com o cargo que eles não planejaram seguir.

No direito tudo é relativo, até na escolha das profissões. Você começa querendo uma coisa e no final acaba com outra. Creio que são poucos os que entram querendo uma profissão "X" e saem ainda querendo essa mesma profissão, pois vão cada vez mais tendo a certeza de que fizeram a escolha certa. O que resta é dar tempo ao tempo e ir arriscando enquanto o que você quer não chega, quem sabe você não descobre o que sempre quis, sem querer querendo?!

Se você não sabe bem o que quer ainda, o que é perfeitamente normal, aconselho ler os seguintes artigos:



2 comentários:

  1. Henrique você é exemplo a ser seguido, te admiro muito, queria ter um terço de seu foco. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aline. Primeiramente muito obrigado pela visita a este recinto! =)

      Muito obrigado também pelo comentário gentil, estou sempre às ordens caso precise. Qualquer coisa é só chamar, vamos juntos! Um abraço.

      Excluir

Deixe seu comentário.

Diário de um estudante deDireito

No ar desde 2012 e com mais de 10 milhões de acessos, o @diariojurista figura como um espaço virtual para a comunidade acadêmica e não acadêmica também. Com textos objetivos e com linguagem simples, visa compartilhar informações, resumos, notícias, dicas e troca de ideias a quem por elas se interessar. Quem escolheu o Direito será um eterno estudante.




Postagens recentes

recentposts

Não deixe de conferir

randomposts