sexta-feira, julho 12, 2013

A insônia nossa de cada dia

Bom, não sei se alguém vai ler isso devido ao horário meio inconveniente. É tensa a forma como a insônia consegue dominar a gente, né? Vai te dominando aos poucos, de forma leve e sorrateira... Até que ... Rááá! Você dá conta de que seu sono só chega pra lá das 5 da manhã. Ah sim, o direito tem a ver com essa minha insônia de cada dia, vou explicar como. 

Sabe aquela piadinha que fazem de que estudante de direito noturno quando vai tirar sangue acaba saindo café no lugar? Pois é.... agora e só juntar as peças. Aliás, já que essa coluna é sobre minha rotina e eu não estou com sono, deixe-me contar mais detalhes a respeito dessa falta de sono entre outras besteiras para passar o tempo.

Primeiramente eu sempre fui aquele cara que era o primeiro de casa a dormir. A maioria dos anos que estudei foi no turno da manhã e por conta disso sempre ia dormir bem cedinho para acordar meus pais para fazer o café da manhã. Então, foi chegando o ensino médio e o vestibular. Como sempre quis direito, sempre me esforcei um pouquinho a mais para tentar entrar nesse mundo louco e lindo que se chama ordenamento jurídico brasileiro. Por conta do vestibular, entrei em um curso preparatório ao mesmo tempo em que estudava o 3º ano do ensino médio. Só me sobrava a noite para "respirar", mas agora tinha os assuntos do curso e do colégio para estudar e acabava dormindo menos de 4 horas por dia. Imaginou a cena de você acordar com os olhos bem vermelhos ardendo de sono? Então... mas minha determinação era maior e assim consegui chegar onde estou não é muita coisa mas já é alguma coisa.

E então começou a minha vida universitária mas isso é assunto pra um próximo post. Voltando ao assunto, comecei a ter o costume de revisar pela noite somente no último ano do ensino médio, tipo estudar noite adentro sabe? E aconteceu de eu ser aprovado em direito noturno e ai começa a nossa história a minha e da insônia.
É bem diferente você estudar de manhã e revisar pela noite do que revisar de manhã e estudar pela noite. Como ainda não estava acostumado, ocorreu várias vezes no primeiro semestre do curso de acontecer de eu ficar bebinho de sono assim que passava das 9 da noite, sendo que as aulas só terminam as 22! Cheguei a pensar que estava no curso errado, sério mesmo. Até porque existem vários casos de pessoas que como eu só tinham um curso em mente desde criança e que acabaram se frustando logo assim que entraram. Que bom que não frustei ainda ^^ mentira me frustei sim mas não o suficiente pra desistir do curso. 

Ai eu tive a genialidade de tentar estudar assim que chegava da universidade. Pra isso, comecei a tomar café como se não houvesse amanhã pra ver se funcionava mesmo, pois nunca botei fé nessas coisas que dizem que podem "tirar o sono". E foi ai que comprovei que realmente o cafe te deixa "ligado"! Era só tomar uma xícara que o sono sumia. E assim fui estudando e acordando tarde pra caramba. Hoje ainda acordo tarde pra caramba, mas não preciso mais de café pra ficar acordado de madrugada.

Como já estou acostumado estudar até as tantas da madrugada, agora nas férias mesmo sem leitura aprazada eu não durmo, já virou costume mesmo. Recebi vários conselhos de amigos para mudar essa rotina e estudar pela manhã, mas pelo menos até agora é simplesmente inviável. Estou pensando em mudar mesmo, mas não fico acordado de madrugada porque "quero", simplesmente não tenho sono, fazer o que?

Eita insônia nossa de cada dia...

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *