Prestes a completar 25 anos, a Constituição Federal ganhou nesta quarta-feira (14) uma versão para livros digitais, os chamados e-bo...

Senado lança Constituição em formato de livro digital

By | quarta-feira, agosto 14, 2013
Prestes a completar 25 anos, a Constituição Federal ganhou nesta quarta-feira (14) uma versão para livros digitais, os chamados e-books, no formato e-pub. O lançamento foi realizado em solenidade na sala de audiências da presidência do Senado.

EPUB (abreviação de Electronic Publication - Publicação Eletrônica) é um formato de arquivo digital padrão específico para e-books. O formato, livre e aberto, foi adotado com o intuito de tornar o conteúdo compatível com as diversas plataformas existentes no mercado. Por se tratar de um padrão universal, esse tipo de conteúdo pode ser acessado através de diversos dispositivos como: smartphones, tablets, notebooks, desktops, entre outros. Visualmente, a Constituição eletrônica será semelhante ao livro impresso e, ainda, permitirá a realização de marcações, anotações e destaques como se fosse uma folha de papel comum.
– A Constituição digital se insere num momento de renovação da produção editorial do Senado. Queremos cada vez mais ampliar o alcance de nossas publicações, aumentar o interesse do cidadão pelo que produzimos e que impacta diretamente na vida de toda a sociedade. É nosso dever buscar a democratização da informação – enfatizou o presidente do Senado, Renan Calheiros.
Com esse projeto, Renan prevê que a Constituição, promulgada em 5 de outubro de 1988, se tornará ainda mais acessível aos cidadãos brasileiros. O formato também garantirá maior acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Isso porque o e-pub é compatível com os aparelhos que possuem recursos de leitura para esses cidadãos com visão reduzida, além de possibilitar a mudança do tipo e tamanho da fonte.
– Devemos sempre saudar as iniciativas que ampliam o acesso de todas as informações, projetos e decisões tomadas pelo Congresso. Somos uma instituição democrática, uma porta aberta às demandas da sociedade. Por isso, nada melhor que a transparência – acrescentou Renan.
Essa é mais uma iniciativa do Senado que tem o objetivo de disseminar o texto da Constituição Federal para o maior número possível de cidadãos. Desde 1998, o Senado edita o texto da Constituição em braille e distribui a publicação para várias instituições de apoio ao cidadão com deficiência visual.
A Constituição para e-books estará disponível gratuitamente na Livraria Virtual do Senado.
Com informações da Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial