sábado, maio 24, 2014

Para não perder bolsa da faculdade, aluno de direito pede para ser preso

Atrasado para aula, ele decidiu não pagar conta em loja de conveniência.
PM foi acionada e confirmou o fato em posto de combustíveis de Marília.




Um estudante pediu para ser preso na manhã deste sábado em Marília (SP). Segundo informações da polícia, a PM recebeu um chamado em um posto de combustíveis da cidade, pois um estudante universitário de 25 anos não havia feito o pagamento da conta e pedia a presença da polícia para ser preso.
Chegando ao local os policiais confirmaram o fato. Para a PM, o estudante contou que queria ser preso para justificar a ausência na faculdade e não perder a bolsa de estudos.

Ainda de acordo com os policiais, ele teria feito tudo de caso pensado, consumiu produtos na loja de conveniência do posto e na hora de pagar disse que não tinha dinheiro e pediu para chamarem a polícia.
O estudante está no segundo semestre de direito e reside em uma cidade da região de Marília. Como se atrasou para aula e seria marcada falta sem motivo, o que segundo ele poderia acarretar perda do benefício, o jovem teve a ideia de cometer um delito e ser preso para justificar dessa forma a ausência.

Foi registrado boletim de ocorrência pelo crime de fraude, previsto no artigo 176 do código penal, que se enquadra em uma espécie de estelionato menos ofensivo, segundo o que explicou o delegado de plantão. O jovem foi liberado e vai responder pelo crime em liberdade.

Fonte: G1

Fale comigo

Nome

E-mail *

Mensagem *