Ola Henrique, meu nome é (XXXXX) e tenho (XX) anos, vou começar o curso de Direito ess...

Espaço do leitor: Começando o curso com o pé direito

By | terça-feira, fevereiro 24, 2015


Ola Henrique, meu nome é (XXXXX) e tenho (XX) anos, vou começar o curso de Direito esse mês, estou muito ansiosa, nervosa também, mas decidida do meu curso, passei 2 anos pensando o que iria cursar e finalmente decidi, e tenho uma dúvida enorme na cabeça. Vejo muitas pessoas, muitas mesmo, dizendo que Direito é o melhor curso, que é fácil, que é só leitura, que dá dinheiro e blá blá blá, assim muitos amigos meus vão fazer, não desmerecendo e desconfiando da capacidade deles, mas não são totalmente aptos, muitos deles odeiam ler, e mal sabem escrever uma boa redação, não sei como passam no vestibular, mas então, na universidade vou encontrar pessoas não "preparadas" para o curso? Todos tem capacidade de cursar direito sendo um curso tão pesado? E o que eu preciso fazer para me destacar no curso?
Obrigada! :) ;)



Oi, (XXXXX)! :D

Olha, infelizmente o que mais vai haver é gente despreparada dentro do curso. Muita gente para passar no curso decora as coisas e passa no vestibular, mas dentro a história é outra. Muitos deles conseguem até se formar fazendo a velha e condenável prática de "levar o curso nas coxas" - uma cola ali, outra aqui e assim vai, até mesmo pagam a monografia. Mas o mundo lá fora vai cobrar e quando cobra não tem pena nem mesmo de quem estuda muito, quiçá de quem nem isso faz. O que existe aos montes no curso de Direito são frequentadores e não estudantes propriamente ditos. Parabéns pela vontade de se destacar, espero humildemente contribuir pra isso.


As dicas que posso dar para que você se destaque, resumidamente, são 5:

Seja curiosa: Never, nunca, jamais, em hipótese alguma se conforme com o que você sabe. Sempre procure mais informações a respeito do que você está lendo - você pode aprender muito mais do que imagina. A internet é infinita, se bem usada pode colocar o mundo em suas mãos.

Não espere nada de seus professores, dite seu próprio ritmo de estudo: Acostume-se com o fato de que seu professor é seu livro, ninguém mais. Fixe-se nele ou neles e seu conhecimento será muito amplo. Os professores explicam - quando muito - apenas o que acham importante e, muitas vezes, de forma superficial. Às vezes você tira 10 com o que viu em sala achando que sabe de alguma coisa, mas, quando pega a doutrina, cai pra realidade. Não espere tomar essa pancada pra passar a adotar sua doutrina como sua fiel amiga.

Cuidado com as falsas amizades: Cuidado, muita gente vai sorrir em sua frente e te queimar pelas costas. Às vezes a investida vem de quem você menos espera, então foco na sua carreira. Não se deixe levar pelos outros. Não significa que você tenha que se isolar, mas ande sempre com os olhos bem abertos.  

Faça da tríade lei+doutrina+jurisprudência sua companheira de todas as horas: Sempre que possível não se conforme apenas com o que viu na doutrina (lembra da dica número 1? rsrsrsr seja curiosa!). Uma forma de fazer isso é buscar na jurisprudência a ocorrência daquele assunto que você está estudando. A melhor forma disso é pesquisar o termo que você quiser no portal JusBrasil jusbrasil.com.br. 

Caso queira algum concurso, comece desde já a analisar o mesmo: Quer ser juíza? Então vá dando uma olhada nos editais recentes para ver o que está sendo cobrado nas provas. A importância disso é que - através de seu monitoramento - você vê no edital os assuntos e vai estudando o que estiver em sua grade ou até mesmo o que não está - desde que você tenha tempo pra isso. Por exemplo, no segundo período você vai começar a estudar direito civil (parte geral), essa disciplina cai no concurso de juiz. Dê uma olhada no edital e estude os pontos relativos à matéria. Assim, você não só aprende o que seu professor quer como também está se preparando para sua futura carreira.

Qualquer coisa estou à disposição. Abraços!

Para mandar seu depoimento/texto/pergunta ou até mesmo pra conversar (muitos fazem esse último, eu gosto!) basta mandar um email p/ diariojurista@gmail.com.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial