7.27.2017

Como estudar sozinho: 05 etapas básicas para estudar com qualidade

Como estudar sozinho: 05 etapas básicas para estudar com qualidade



Quer saber como estudar sozinho? Esse artigo é para você.

Olá amigos, no texto de hoje conversaremos a respeito do estudo solitário. Aquele no qual você não dá início porque alguém te obrigou, mas sim porque você quer, por algum motivo, aprender para aplicar mediata ou imediatamente.

Nem sempre a ausência de alguém que diga o que você tem que estudar precisa ser um problema. Desde que a pessoa mais importante dessa história tenha ciência do potencial ilimitado que possui: Você.

Para isso, elegemos 05 etapas básicas para pavimentar o caminho rumo ao estudo autodidata. Este post não tem o objetivo de esgotar toda a discussão que gira em torno dessa problemática. 

O único propósito aqui é apresentar sugestões de etapas práticas para que você inicie seus estudos imediatamente.



Como estudar sozinho: 
1. Defina exatamente o que será estudado

Como estudar sozinho:  1. Defina exatamente o que será estudado

Foco, concentração e disciplina já não são coisas lá tão simples de ter independente da situação, imagine estudando sozinho. Por isso, de suma importância é o ato de você, logo no início da sessão de estudo, deixar muito claro qual é o objetivo, tema, assunto e matéria daquele dia/horário.

Pergunte-se: Qual matéria vou estudar nesse sessão de estudo? Depois: Qual tópico dessa matéria? Depois: Por quanto tempo

Caso o objetivo de seu estudo seja aprender algo visto na faculdade, basta verificar a ementa da disciplina de sua faculdade ou de outra faculdade renomada, como a USP. Ela disponibiliza além de ementa, a bibliografia da matéria.

Caso o objetivo de seu estudo seja aprender algo para um concurso em específico, use e abuse dos editais verticalizados. Assim você marca como concluído o tema conforme for estudando-o. Na web há vários sites que fornecem esses editais gratuitamente: UP, Grancursos, entre outros.

Como estudar sozinho:
2. Não seja sua própria distração

Como estudar sozinho: 2. Não seja sua própria distração

Vejo muitas dicas nesse quesito sugerindo fugir de local que tenha muito barulho, sendo preferível um local mais silencioso como, por exemplo, uma biblioteca.

Não quero afirmar que seja ineficaz essa sugestão, mas sim que é incompleta. O problema do "barulho" não está apenas no meio externo, mas também no interno: Você. 

De nada adianta estudar na biblioteca mais silenciosa do mundo se você não consegue deixar o celular guardado por um minuto, pois sempre confere se há alguma notificação nova do fb, whats, instagram, twitter, youtube etc. O celular é apenas um exemplo, existem vários outros.

O controle do ambiente externo é muito fácil de ser resolvido. Mesmo morando ao lado de obra de construção civil é possível estudar com silêncio, protetor auricular (que vai de 3 reais até mais de 100) está ai justamente para isso.

Porém, quem vai proteger você de você mesmo? Essa é a questão. É necessário ter comprometimento com seu objetivo. Para não deixar o celular de lado por muito tempo, basta utilizar nas pausas do estudo. 

Se você chegou a esse post, certamente comprometimento não falta! :) 

Não é preciso deixar de usar o celular, até porque é quase impossível. Aliás, ele pode até ajudar na preparação se bem usado, a exemplo do seu uso para contagem de horas líquidas.

Como estudar sozinho:
3. Encontre a forma com a qual você aprende melhor

Como estudar sozinho: 3. Encontre a forma como você aprende melhor

Cada pessoa tem sua forma de estudar e uma forma na qual compreende melhor um assunto estudado. Há quem prefira a compreensão por livro, por vídeos, por áudio, por mapas ilustrados, enfim.

Sem dúvidas identificar a forma como você melhor aprende o conteúdo estudado é um dos grandes pontos altos do estudo de alto rendimento. Caso você ainda não saiba exatamente como aprende melhor, experimente mesclar - por um tempo - cada forma durante sua sessão de estudo. Ao final da experiência sem dúvidas você encontrará a resposta.

E com isso você encontrará o material mais adequado para você, consequentemente. Se é mais audiovisual, videoaulas vão ser bem mais úteis. Se curte mesmo aprender lendo, livros certamente renderão melhor na etapa de compreensão do objeto analisado.

Entretanto, tão importante quanto aprender é lembrar desse aprendizado pelo tempo necessário. Quanto a isso, há diversos estudos científicos acerca dos mecanismos que melhor concentram na memória de longo prazo as informações que obtemos.

Nesse sentido, apresento para você a famosa pirâmide de aprendizagem de Willian Glasser:

Como estudar sozinho

Com esses dados em mãos, tente acrescentar à forma como você estuda a técnica que mais ajuda a manter a compreensão do que você estuda. 

Gravar a explicação, fazer resumos ilustrativos, participar de grupos de estudos são algumas das diversas alternativas a serem escolhidas para potencializar ainda mais o seu desempenho.

Como estudar sozinho:
04. Faça exercícios

Como estudar sozinho: 05. Construa seu material de revisão

A resolução de exercícios é uma das mais importantes etapas de estudo

É através das questões que você pode, de fato, verificar como está o seu entendimento no assunto/problema arguido evidenciado. 

Há quem prefira resolver questões no mesmo dia do estudo do tema, mas há quem prefira resolver no dia seguinte, já que resolver em cima da hora não seria um meio tão justo de testar o aprendizado, uma vez que você acabou de ver o assunto. Quem curte aprender com questões comentadas discorda.

Então tenha cuidado nesse ponto: Você pode usar questões simplesmente para se testar (resolver algumas no dia seguinte do estudo do tema) ou utilizar as questões como material de compreensão do conteúdo e não de teste dele (que seria resolver questões comentadas no mesmo dia em que você estudou o tema).

Elas são facilmente encontradas em sites da internet, como o Qconcursos, ou livros dedicados exclusivamente às questões comentadas por cargo ou por matéria, como os oferecidos pelas editoras Juspodivm, método, saraiva e foco.

Ressalte-se que nesta etapa também é possível observar a pirâmide de aprendizagem. 

Você pode criar questões objetivas, dissertativas e até mesmo orais para testar se você de fato está em dia com aquele tema. 

Essa também é uma alternativa para o caso em que você estuda um tema que não possua questões existentes que abordam ele de forma direta.

Como estudar sozinho:
05. Construa seu material de revisão

Como estudar sozinho: 05. Construa seu material de revisão

A construção do material de revisão é primordial, estude você sozinho ou acompanhado. É através do material de revisão que será possível manter o assunto já estudado vivo em sua memória de longo prazo.

De nada adianta estudar com foco altíssimo, resolver diversas questões no dia ou no dia seguinte e nunca mais entrar em contato com o conteúdo estudado. 

Este que, a depender do seu propósito ou ferramentas utilizadas, pode ser muito extenso (livros, vídeos, bateria exaustiva de exercícios, anotações desses exercícios), o que requer um novo contato de forma reduzida, afinal você não tem só aquilo para memorizar, não é mesmo?

O seu material de revisão pode ser: Resumo, flash card, mapa mental, entre outros. Nesse ponto, é muito importante deixar bem destacado que - seja lá qual desses métodos você use - esse material deve ser o mais objetivo possível. E, de preferência, escrito e não digitado.

Do contrário é melhor revisitar o tema por inteiro mesmo, como se fosse a primeira vez em estudá-lo. O que vai atrapalhar bastante o ritmo de estudos dos temas futuros, diga-se de passagem.

Pessoalmente sempre fui fã de resumos. Há um tempinho até expliquei como ter um caderno de anotações bem objetivo. Após a leitura do ciclo EARA, fui apresentado aos mapas mentais e desde então estou usando esse método também. Ficou bem mais prático de revisar

Veja bem, revisar! Não é aprender por mapa - o que não acredito ser possível - mas sim revisar o assunto estudado (por livro, cursinho etc).

Seja por resumo, flash ou mapa, o que importa é que você construa seu próprio material de revisão e, claro, não o esqueça jogado no canto. Sempre reveja ele para cada vez mais fixar o tema em sua memória de longo prazo e não ser acometido(a) pelo famoso branco.

Como estudar sozinho:
Considerações finais


Como você viu, não é preciso reinventar a roda para estudar sozinho. É mais uma questão de entender que há etapas e, em cada delas, usar da forma como você melhor desempenha a tarefa.

Até porque o que serve para X não servirá necessariamente para Y, mas ambos passam pela etapa, só que cada um da sua maneira.

Definindo o objeto de estudo (sempre), tendo ciência de que a maior distração não é o ambiente, o celular mas você, entender qual é a forma na qual você melhor aprende, exercitando o aprendizado e ao final disso tudo construir um material de revisão para finalizar o ciclo de estudo, será uma questão de tempo (hábito) até você descobrir que estudar sozinho não é tão complicado quanto parece.

Pelo contrário, terá liberdade para aprender o que quiser, onde quiser e quando quiser.

Espero que esse artigo tenha sido útil para você que desejava saber como estudar sozinho. Como visto, não é bem sozinho. A questão é que as rédeas estão nas suas mãos, mas nem por isso você ficará sem auxílio profissional (livros, resumos, vídeos são feitos por alguém).

Logo, você está aprendendo e aumentando a qualidade do conteúdo aprendido. Não esqueça das revisões! Qualquer coisa instale o APP partiu revisar. Bons estudos e até a próxima.

2 comentários:

  1. Seu blog é o melhor que já conheci. Além de ter uma escrita clara e objetiva, sempre posta matérias interessantes. Ter controle, revisar e não deixar a matéria acumular é fundamental para os estudantes de Direito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo comentário e pelo feedback.

      Fico muito feliz por ter sido útil.

      Conte comigo sempre.

      Abraço,
      Henrique.

      Excluir

Deixe seu comentário.

Diário de um estudante deDireito

No ar desde 2012 e com mais de 10 milhões de acessos, o @diariojurista figura como um espaço virtual para a comunidade acadêmica e não acadêmica também. Com textos objetivos e com linguagem simples, visa compartilhar informações, resumos, notícias, dicas e troca de ideias a quem por elas se interessar. Quem escolheu o Direito será um eterno estudante.




Postagens recentes

recentposts

Não deixe de conferir

randomposts