Perda superveniente do objeto da ADI em virtude de revogação da norma: Exceções

setembro 08, 2018 2 Comments A+ a-

STF


Em regra, caso o ato normativo que estava sendo impugnado na ADI venha a ser revogado antes do julgamento da ação concentrada, haverá perda superveniente do objeto. A principal consequência disso é que a ADI não deverá ser conhecida.

No entanto, a jurisprudência do STF admite 03 (três) exceções nas quais haverá possibilidade de apreciação da ação, mesmo havendo revogação da norma ora impugnada antes da decisão de mérito:

A primeira diz respeito à situação na qual fique demonstrado que houve fraude processual, isto é, que a norma foi revogada de forma proposital a fim de evitar que o STF a declarasse inconstitucional e anulasse os efeitos por ela produzidos..

A segunda diz respeito à situação na qual reste demonstrado que o conteúdo do ato normativo impugnado foi repetido de outra norma em sua essência. Nesse caso também não há obstáculo para o conhecimento da ação.

A terceira diz respeito ao caso no qual o supremo tenha apreciado o mérito da ação sem ter sido comunicado previamente que houve a revogação da norma impugnada na ADI. Nessa circunstância, não admite-se reconhecimento de prejudicialidade da ADI já apreciada.

Fundamentos: ADI 1203; ADI 3306; ADI 2418; ADI 951, REL. Min. Roberto Barroso.

Advogado, pesquisador e escritor. Criador do Diário Jurista. Pode ser encontrado no Facebook, Google+, Twitter e Instagram.

2 comentários

Write comentários
Lucas Avila
AUTHOR
12 de setembro de 2018 11:07 delete

Ótimas considerações. Obrigado por sintetizar e compartilhar.

Reply
avatar
Um canto só
AUTHOR
23 de setembro de 2018 22:40 delete

Parabéns, Dr. Henrique!
Suas postagens sempre tem algo a agregar nos meus estudos. Muito obrigado pela disposição e disponibilização gratuita de conhecimento. Abraço

Reply
avatar

Regras dos comentários

1. Todos os comentários são lidos e se possível respondidos.
2. Não serão toleradas faltas de respeito.
3. Se possível comente e faça de nós um grupo feliz.